Páginas

sábado, 21 de maio de 2011

Ele vai, mas sempre volta.





Sabe, eu não vivo preso. Sou pássaro sem rumo, à procura da liberdade.
Sabe que não volto na hora marcada, nem no local escolhido nem se minha presença for implorada.
Tenho vontades irreconhecíveis, sentimentos intraduzíveis e amores insolucionáveis.
Veja bem, no meu caminho sigo sozinho.
Escuta, a madrugada me chama, a rua me procura e a lua me clama.
Ouve meu bem?
Tenho que ir agora, meu lugar não é aqui.
Não se preocupe, mais dia ou menos dia eu volto.
Eu te atormento, te esquento e mais uma vez vou embora.
Mas não lamente nunca esse estranho amor de nós dois.

Porque posso abrir asas em retirada, mas é pra você que sempre volto depois.




                                                                     (...) Quando o único sentimento que os une, é a liberdade.


Selva Porto

17 comentários:

  1. Oi Selva,

    Obrigado por sua visita e comentário no amordepapelão! Você foi mega gentil e querida ao ler todos os papelões. Sabe, eu mesmo tenho vontade de fazer essa retro-viagem, mas nao consigo tempo. Às vezes fico até em dúvida se não estou repetindo um mesmo papelão! rsss

    Enfim, obrigado pelo carinho.

    Vi que vc é de Salvador. Amo sua cidade e tenho parentes aí. Na primeira semana de julho vou visitá-los por 10 dias! A Bahia é demais! :)

    Beijinhos.

    Ivan.

    ResponderExcluir
  2. Ah Ivan, de nada. Só falei a verdade.
    Realmente adorei teus papelões rs (:
    Tudo muito apaixonante.
    Verdade, a Bahia é mesmo demais, viu!?
    Mas sou suspeita para falar rsrs
    Espero que divirta-se por aqui!

    Beijooos ;*

    ResponderExcluir
  3. Muito obrigada, Bia (:
    Beijoo =**

    ResponderExcluir
  4. Nossa, quanta liberdade ...
    Algumas pessoas são como pássaros, na verdade todos nós deviríamos ser assim.
    Adorei Selva, como tudo que você escreve.

    Beijos, saudade. :)

    ResponderExcluir
  5. Lindo! É exatamente assim que eu me sinto!
    Adorei mesmo, amo as coisas que você escreve!
    Bjs e ótima semana!

    ResponderExcluir
  6. retribuindo a visitinha... lindo seu blog, adorei tudo, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa meninas, muito obrigada!
    Fico extremamente feliz por saber que gostaram assim (:
    Obrigada Deia, e muito obrigada também May *-*
    Ah Anna, fico feliz que tenha gostado, viu!?
    Beijo ;**

    ResponderExcluir
  8. Bonito isso de ter a liberdade como vínculo a um amor.E só quem já viveu, sabe como é gostoso sentir um amor assim:que vai viver sua liberdade, mas sempre volta pro ponto de partida.

    O layout está muito bonito.

    Beijo Selva!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo Selva =D
    Adorei o blog, segui.
    P.s.: minha conterrânea baiana? rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Não é Thalita?
    Também acho gostoso, embora às vezes precisamos de alguém com quem contar sempre. Mas essa coisa de liberdade é uma delicia mesmo hehe.
    Obrigada Sirlara (:
    Também adorei o 'Era uma vez'.
    Sim, baianinha rs \ô
    Beijão ;**

    ResponderExcluir
  11. Eu amo demais o que vc screve
    por isso,resolvi presenteá-la com um selo
    dá uma passada no meu blog ,ok?
    bejos molti

    ResponderExcluir
  12. *----*
    Claro que dou Nath!
    Nossa que ótimo saber disso rs
    Muito, muitooo obrigada, viu!?
    Beijooo =**

    ResponderExcluir
  13. Deia, minha querida...
    Ando por aqui, por alí, mas sempre presente rs (:
    Saudades!
    Teu último texto está um arraso!
    ;**

    ResponderExcluir

Agradeço a todo vocês por lerem e comentarem meus textos. É muito gratificante receber elogios, e até mesmo opiniões diferentes. Isso mostra que de alguma forma eles conseguem mexer com vocês. Espero que continuem aqui comigo, sempre!
Obrigada ;**